João Pessoa, 13 de julho de 2024
  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Vereador aborda segurança pública e...
Vereador aborda segurança pública e lamenta morte de motorista de Uber
19.03.2024
Damião Rodrigues
Olenildo Nascimento

Coronel Kelson (PRD) lamentou a morte do motorista de Uber Daniel de Sousa Bezerra

Em sua primeira sessão ordinária, nesta terça-feira (19), o vereador Coronel Kelson (PRD) abordou a escalada de violência agravada pela falta de segurança pública. Na tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), o parlamentar lamentou a morte do motorista de Uber Daniel de Sousa Bezerra.

“Vindo de onde eu vim, de uma instituição que trabalha na luta pela segurança pública, preciso tratar desse tema de extrema relevância. No último final de semana, mais um jovem trabalhador foi vítima dessa violência que assola nossa cidade. Um rapaz humilde e com um futuro pela frente morreu de forma cruel, dentro de seu carro, enquanto trabalhava”, destacou.

O vereador se referiu a Daniel de Sousa Bezerra, motorista de Uber assassinado durante uma ocorrência na cidade, no último final de semana. “Acredita-se que o alvo não era ele, mas ele foi atingido por um dos 20 disparos alvejados em seu carro. Eu o conhecia como garçom, no bairro dos Estados, onde moro”, explicou.

“Existe uma onda desenfreada de violência em nossa sociedade. Preciso fazer um apelo às nossas autoridades para que dêem uma resposta efetiva sobre esta questão, com a identificação e localização dos indivíduos que cometeram esse crime, para que seja feita justiça através do devido processo legal”, ressaltou. “Daniel não foi, nem será o último jovem a sucumbir a essa violência, que precisa ser, ao menos, diminuída. É preciso se retomar a realização de concursos públicos para renovação dos quadros da Polícia Militar (PM). As polícias e os bombeiros necessitam de uma renovação”, ensejou.

Outro aspecto abordado pelo Coronel Kelson foi a diminuição do quadro de oficiais de saúde na PM. “Nossa força na área de saúde está caminhando para a extinção. O quadro de saúde está sumindo, pois não há mais concursos, e acabamos de perder a gestão do Hospital Edson Ramalho, sem mais explicações, um hospital que foi construído com mão de obra da PM. Diversos integrantes da PM construíram aquele hospital, há muitos anos, e de repente perdemos esse instituto que prestava excelentes serviços à corporação e a toda sociedade”, argüiu.

O parlamentar pediu o apoio do outro militar da Casa, o Coronel Sobreira (MDB), para juntos realizarem uma sessão especial para tratar sobre o tema na CMJP.

Em aparte, o vereador Coronel Sobreira lembrou que realizou uma sessão especial que debateu a situação do Hospital Edson Ramalho, e dispensou seu apoio ao Coronel Kelson na luta para diminuir a violência na cidade. “Fizemos essa sessão para tratar da perda da gestão do Hospital Edson Ramalho, e tivemos a promessa de uma policlínica para atuação dos profissionais do hospital. Mas, até agora, nada foi liberado. Tenha certeza de que estaremos juntos para esta sessão, que tem grande importância para esse quadro e para todos que fazem a segurança púbica de nosso estado. Conte conosco”, assentiu Sobreira.

Compartilhe:
© Copyright 2023. Todos os Direitos Reservados.