João Pessoa, 13 de junho de 2024
  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Vereadora preside sessão da CMJP...
Vereadora preside sessão da CMJP no Dia Internacional da Mulher
08.03.2022
Redação

A vereadora Eliza Virgínia (Progressistas) presidiu a sessão desta terça-feira (8), da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), como forma de simbolismo e comemoração ao Dia Internacional da Mulher. A parlamentar, que é 1ª vice-presidente da Casa e a única mulher do Legislativo Pessoense, afirmou que é muito bem tratada e respeitada pelos pares.

“A pergunta que mais os jornalistas me fazem é como me sinto no meio de tanto homem, a bendita mulher entre 26 homens. Eu me sindo muito bem, sou muito bem tratada, respeitada e quando a gente tem que discutir, a gente vai pra cima e discute. Não poderia deixar de agradecer o respeito que o presidente Dinho tem pela minha pessoa. Posso dizer que me sinto privilegiada e muito respeitada pelos meus pares”, agradeceu Eliza Virgínia.

A vereadora falou sobre o papel de representar todas as mulheres e sobre o fato de que algumas podem não se sentir representadas por ela, como as feministas. “As feministas não querem mais mulheres na política. Elas querem mais feministas na política”, declarou a vereadora, salientando que não é feminista por não concordar com determinadas pautas, como cotas para as mulheres na política.

“Por que a mulher tem que estar na política? Porque a mulher tem que estar onde ela quiser estar”, declarou a parlamentar, defendendo também o direito da mulher ser dona de casa e se dedicar exclusivamente à família. “A todas as mulheres de hoje eu digo: a única igualdade que devemos ter é o respeito”, complementou, afirmando que Deus fez o homem e a mulher diferentes.

Para a parlamentar, a Bíblia não é machista, como defendem algumas pessoas. “Quem acha que a Bíblia é machista, é porque não a leu. Ela é o maior manifesto pelas mulheres de todos os tempos”, defendeu a parlamentar, citando versículos que dizem que o marido deve amar a esposa como Cristo amou a igreja e como ama seu próprio corpo.

“Meninas, nós somos metade do mundo, mais de 50% do mundo. E somos mães da outra metade. Já pararam para pensar na diferença que nós mulheres podemos fazer? Ensinando a criança no caminho que ela deve andar, respeitando, compartilhando e dando amor e carinho. Nesse dia da Mulher, parabéns mulheres! Você que gosta de ser mulher e tem orgulho de ser mulher”, declarou.

Eliza Virgínia ainda adiantou que dia 16 de março haverá uma sessão especial em homenagem às mulheres na Casa Napoleão Laureano.

Compartilhe:
© Copyright 2023. Todos os Direitos Reservados.