João Pessoa, 24 de junho de 2024
  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Vereadora aborda benefícios da amamentação...
Vereadora aborda benefícios da amamentação e direitos da mulher
09.08.2022
Redação

Redução do risco de doenças respiratórias, diabetes tipo 2 e obesidade são alguns dos benefícios da amamentação para a criança, de acordo com a vereadora Rebeca Sodré (União Brasil). No pronunciamento desta terça-feira (9), na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), ela comentou acerca da amamentação e os direitos da mulher, já que, neste mês, ocorrem a campanha “Agosto Lilás”, sobre o combate à violência contra a mulher, e a “Semana Mundial da Amamentação”, encerrada nesta segunda-feira (8).

“Sabemos que 60% das crianças menores de 4 meses são amamentadas pelas mães. Quando se fala em amamentação exclusiva de crianças até 6 meses, esse número cai para 45,7%. Até um ano de idade, em que ela é feita de forma suplementar, já com a introdução alimentar, esse número vai para 53%”, disse, baseando-se em dados extraídos do Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil.

Rebeca acrescentou que com a amamentação é possível diminuir em até 13% as causas de morte de crianças. Além disso, há também benefícios para a mulher, diminuindo, por exemplo, o índice de risco de câncer de mama. Ainda, há a consequente redução de custos do sistema de saúde, o combate à fome e à desnutrição.

“É importante que se diga que há um banco de leite em João Pessoa na Maternidade Cândida Vargas, que está precisando de doação. É oportuno que sejam feitas essas doações porque apenas 4,8% das mães que têm excesso de leite o fazem. Então, se 50% das mães têm a possibilidade e amamentam, está faltando o quê? O estímulo à doação”, destacou. “E, existe, sim, nos nossos bancos de leite, a possibilidade de a mãe ser acolhida, inclusive, com instrumentos para que as pessoas responsáveis vão até a casa da mãe para colher o leite”, complementou.

Sodré ainda lembrou a realização da sessão especial nesta segunda (8), também na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), alusiva ao “Agosto Lilás”, campanha que visa o enfrentamento à violência contra a mulher. Para ela, este é um tema para toda a sociedade: “Quando falo em violência contra a mulher, não é apenas a violência física, mas, também, psicológica, moral, sexual, institucional e política. É importante trazer à tribuna porque este é um debate de toda a sociedade, não é exclusivo de mulheres. E esta Casa tem que trazer à população, promovendo audiências públicas e momentos como este, para que possa debater, conhecer e entender os direitos das mulheres e de toda sociedade”.

Ela aproveitou para lembrar os canais de denúncia, enfatizando a preservação do sigilo, anonimato e gratuidade: “Você que está presenciando qualquer tipo de violência contra a mulher, use o ‘Disque 100’, ‘Disque 180’, ‘Disque 153’ e o ‘Disque 123’ para denunciar”. Rebeca explicou que não podemos ficar calados diante dessas situações como a que ocorreu com a camareira Maria Bernadete dos Santos, no último final de semana. Ela foi vítima de facadas desferidas pelo ex-companheiro, Danilo Melo Dias, na véspera do aniversário da Lei Maria da Penha.

“Que nossa Casa possa acolher mais temas sensíveis às mulheres. Por essa razão que pedimos que possamos criar tanto comissões como frentes parlamentares, para debatermos os direitos da mulher”, observou a vereadora. “Sempre faço aqui o apelo para que mais mulheres ocupem espaços de poder, participem da vida pública, se não têm desejo de serem candidatas, que possam apoiar outras que acreditam que podem desempenhar esse papel”, enfatizou.

Sodré também afirmou que fará um requerimento para implementar, na CMJP, espaços de amamentação e fraldário, tendo em vista servidoras que são mães.

O vereador Odon Bezerra citou que, no ano passado, apresentou um Projeto de Lei que exige mais rigor quanto aos crimes contra a mulher: “Todos os dias, em todos os jornais, temos notícias do tipo. Precisamos de mais rigor”, afirmou. O parlamentar Carlão comentou: “É esse tipo de violência que a gente não pode admitir. É essa sociedade violenta que a gente precisa combater”. Por fim, o vereador Bosquinho se disse contente pelas votações e temas tratados durante a sessão desta terça-feira (9): “Essa é a resposta que o cidadão que paga nossos salários, através dos impostos, quer ver”.

Compartilhe:
© Copyright 2023. Todos os Direitos Reservados.