João Pessoa, 19 de junho de 2024
  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Vereador defende legislação de trânsito...
Vereador defende legislação de trânsito como atividade extracurricular no ensino médio
27.09.2023
Clarisse Oliveira
Olenildo Nascimento

Coronel Sobreira (MDB) solicitou implementação de resolução que, além do ensino do conteúdo, aceite essas atividades extracurriculares como parte teórica em curso de formação de condutores

O vereador Coronel Sobreira (MDB) usou a tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na sessão desta quarta-feira (27), para defender a implementação do conteúdo teórico utilizado no processo de habilitação de condutores de veículos como atividade extracurricular durante os três anos do Ensino Médio, de acordo com a Resolução 265, de dezembro de 2007, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

O parlamentar explicou que a resolução, além de prever o ensino do conteúdo necessário para a formação de condutores, permite que os alunos que cursaram essas atividades extracurriculares nos três anos do ensino médio, munidos do certificado da escola validado pelo órgão de trânsito, possam pular a fase das aulas teóricas e fazer apenas a parte prática no processo de habilitação de condutores realizado pelos centros de formação.

“Gostaria de conclamar o diretor superintendente do Detran, Isaías Gualberto, homem extremamente competente, delegado da Polícia Civil, e o secretário de Educação do Estado para que pudessem aplicar esta resolução, ver quais os entraves que ainda ocorrem, qual o porquê dela ainda não ter sido aplicada, verificar, estudar e aplicar, de forma pioneira, escolhendo inicialmente uma escola para que um dia esse curso possa ser aplicado em todas as escolas de ensino médio da Paraíba e que possamos ter alunos com maior absorção conhecimentos de trânsito e melhores condutores de automóveis”, declarou o vereador.

Para o Coronel Sobreira, os alunos absorverão mais os conteúdos dados na escola durante o ensino médio, que podem ser de 90h até 120h de aulas, do que as 45h fornecidas pelos centros de formação. Ele destacou ainda a possível economia financeira que a aplicação da resolução poderia gerar para os alunos que aderissem às atividades extracurriculares.

“Não somente o conhecimento pode ser mais amplo e a absorção do conhecimento ser maior. Tem a ver também com a questão pecuniária. Quando o aluno fosse para o centro de formação de condutores já com a parte teórica feita, para fazer só a parte prática, certamente o custo seria menor”, afirmou o parlamentar.

O vereador Júnio Leandro (PDT) parabenizou o parlamentar pelo tema, afirmou que não sabia da resolução e destacou a importância da aplicação da medida. “A gente sabe que a grande maioria das pessoas vai um dia tirar sua habilitação, mas até para o dia a dia do trânsito, esse conhecimento é bastante importante”, afirmou enfatizando a importância da educação no trânsito para a formação de pedestres, ciclistas e condutores responsáveis e conscientes.

Compartilhe:
© Copyright 2023. Todos os Direitos Reservados.