João Pessoa, 13 de julho de 2024
  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Vereador debate combate à dengue...
Vereador debate combate à dengue e orla da Capital
22.02.2024
Clarisse Oliveira
Olenildo Nascimento

Parlamentar chamou atenção para possível escoamento de esgoto no mar e para construção com altura irregular na orla

O vereador Milanez Neto (PV) usou seu pronunciamento na sessão desta quinta-feira (22) para alertar sobre o combate à dengue e sobre dois problemas referentes ao litoral pessoense: o possível escoamento de esgoto no mar, principalmente nas imediações do Bessa, e para a construção de prédio com altura irregular na orla da Capital.

Milanez Neto se mostrou preocupado com o possível alastramento da dengue no país e afirmou que há suspeitas de focos do mosquito transmissor da dengue no antigo Hotel Tambaú. “Falei com o secretário de saúde Luís Ferreira pedindo providências imediatas, que possam entrar no hotel e verificar a informação para que João Pessoa depois não esteja em primeiro lugar no ranking de uma doença tão séria e que precisa ser combatida”, declarou.

Orla da Capital

O parlamentar afirmou que a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) estaria despejando esgoto na orla do Bessa, além das praias de Manaíra e Cabo Branco. “A gente assiste no Bessa escoamento de esgoto a céu aberto, a qualquer horário, na cara da sociedade e providência alguma tem sido tomada, é inaceitável. A Cagepa é uma empresa rica, arrecada muito dinheiro e infelizmente não vem dando o que a sociedade espera, que é respeito”, denunciou o vereador.

Milanez Neto ainda comentou sobre uma edificação na orla de Manaíra que, segundo o parlamentar, além de construída com altura máxima do limite permitido, invadiu os recuos frontal e lateral. “Ela [a edificação] desmoralizou a nossa lei, invadindo a calçada e na altura”, afirmou o parlamentar, afirmando ainda que vai trazer um debate mais aprofundado sobre o tema na próxima semana.

“Precisamos ficar vigilantes, sim. Se um pequeno proprietário faz uma ligação de esgoto direta para a rua, recebe uma multa milionária, impagável. Sofre todo tipo de penalidade do poder público. A Cagepa joga o esgoto na praia, aos nossos olhos, mas providência nenhuma é tomada. Não dá mais pra aguentar e assistir o crime compensar no nosso país. Não dá mais para assistir os grandes construtores fazerem o que querem na nossa cidade e ter que escutar o velho discurso de que se é contra o empreendedorismo e o empresário. Não, sou favorável aos empresários e à liberdade, mas a liberdade tem limites, que é a lei e ela tem que ser respeitada”, afirmou o vereador, destacando que seu mandato vai continuar vigilante.

Compartilhe:
© Copyright 2023. Todos os Direitos Reservados.