João Pessoa, 13 de julho de 2024
  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Setembro Amarelo: vereadora reforça importância...
Setembro Amarelo: vereadora reforça importância da prevenção ao suicídio
22.09.2022
Redação

A prevenção ao suicídio foi tema do pronunciamento da vereadora Rebeca Sodré (União Brasil), na sessão ordinária da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) desta quinta-feira (22). A parlamentar alertou para o número crescente de casos de pessoas adoecidas pela depressão, especialmente jovens, e para a necessidade de se debater amplamente o tema neste Setembro Amarelo.

“A depressão é um problema de saúde pública, mas, muitas vezes, não é tratada dessa forma, é encarada como uma tristeza passageira ou como um problema corriqueiro. Só que a gente sabe que essa não é a realidade. Portanto, trago a temática do Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio, para ser debatida nesta Casa”, afirmou a parlamentar, convidando todos para uma sessão especial que será realizada no dia 30 de setembro, às 9h, no plenário da CMJP.

Rebeca Sodré trouxe dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) que apontam que, atualmente, o suicídio mata mais que doenças como o HIV, a malária e o câncer de mama. “De acordo com a OMS o suicídio mata mais até do que guerras e homicídios. São dados alarmantes sobre uma temática que é tão pouco falada, tão pouco discutida”, alertou.

Segundo a parlamentar, entre jovens de 15 a 29 anos esses dados são ainda mais preocupantes. “Nessa faixa etária o suicídio é a quarta maior causa de morte em nosso país, ficando atrás apenas dos acidentes de trânsito, tuberculose e violência interpessoal. Esse mal vem acabando com a nossa juventude e destruindo a nossa sociedade”, lamentou.

A vereadora ainda afirmou que, infelizmente, o Brasil está na contramão do mundo, que vem reduzindo os casos de suicídio, enquanto aqui as notificações crescem. “No Brasil, a média de suicídios por dia é de 38 casos, dados alarmantes que nos despertam a vontade de buscar mais a fundo e entender porque ocorrem tantos casos”, observou, informando ainda que são notificados 700 mil casos de suicídio por ano em todo o mundo. “Como há uma subnotificação, esse número pode variar e chegar um milhão”, destacou.

A parlamentar ainda reforçou que saber identificar os sintomas de depressão e como orientar os doentes a buscarem ajuda pode prevenir suicídios. “Quando uma pessoa decide terminar com sua vida é porque os seus pensamentos e ações apresentam-se muito restritivos, ou seja, ela pensa constantemente na morte e no suicídio e precisa buscar ajuda. Precisamos estar prontos para acolher essas pessoas, para entendê-las e saber orientá-las sobre onde procurar ajuda. As pessoas próximas podem identificar prematuramente os casos de uma possível depressão, de alguma doença mental, para que ela possa ser diagnosticada e tratada, já que é sabido que doenças mentais não tratadas podem levar ao suicídio”, destacou.

Rebeca ainda lembrou que o lema da campanha Setembro Amarelo este ano é “A vida é a melhor escolha”. “Venho reafirmar que a vida está sempre em primeiro lugar. Esse dom e esse direito deve ser defendido a todo instante, como um direito prioritário, assim como é assegurado na nossa Constituição Federal. Portanto, neste Setembro Amarelo, não poderia deixar de tratar dessa temática e, principalmente, conscientizar de que esse é um problema de todos, não só dos profissionais da área de saúde. Temos que enfrentar essa temática que ainda é muito vista como um tabu”, concluiu.

Atendimentos

Em João Pessoa, o Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil Cirandar atende crianças e adolescentes, de três até 18 anos incompletos, que apresentem transtornos psicóticos, neuróticos ou sofrimento mental em decorrência do uso de álcool e outras drogas. Nos Caps, o atendimento pode ser de forma espontânea, procurando diretamente o serviço, ou encaminhado pelas unidades de saúde da família.

Em casos de crise, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disponibiliza atendimento de urgência e emergência no Pronto Atendimento em Saúde Mental (Pasm), anexo ao Ortotrauma de Mangabeira, referência para atendimento adulto e, o Hospital Municipal do Valentina para o atendimento de crianças e adolescentes, além do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de João Pessoa (Samu-JP).

Caps Infanto Juvenil Cirandar: Avenida Gouveia Nóbrega, s/n, Roger. Telefone: 3214-3333

Pronto Atendimento em Saúde Mental (Pasm): Rua Agente Fiscal José Costa Duarte, s/n°, Mangabeira. Em prédio anexo ao Complexo Hospitalar de Mangabeira. Telefone: (83) 3218-9727

Hospital Municipal Infantil do Valentina: Av. Mariângela Lucena Peixoto, Valentina de Figueiredo.  Telefone: (83) 3218-9404

CVV

O Centro de Valorização da Vida (CVV) é um serviço muito importante para todos os públicos com ideação suicida. Ele atende 24 horas através do número 188, com ligação gratuita. Há, ainda, um chat que pode ser acessado no site do CVV (https://www.cvv.org.br/).

Compartilhe:
© Copyright 2023. Todos os Direitos Reservados.