João Pessoa, 19 de maio de 2024
  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Lei estimula integração entre famílias...
Lei estimula integração entre famílias e escolas do Município
11.01.2023
Redação

A iniciativa foi aprovada na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) através de uma propositura do vereador Marcílio do HBE (Patriota).

Está vigente em João Pessoa a lei que instituiu o Programa ‘Escola em Família’ com a finalidade de propiciar o fortalecimento do aprendizado, através da integração entre família e escola, por meio da realização de atividades e eventos no espaço escolar, ressaltando a importância da participação familiar nas atividades acadêmicas, na formação moral, ética e pessoal dos indivíduos. A iniciativa foi aprovada na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) através de uma propositura do vereador Marcílio do HBE (Patriota).

A Secretária Municipal de Educação, para atingir os objetivos do Programa, através de seus órgãos competentes, poderá promover reuniões pontuais, eventos para a família, exposições de trabalhos, atividades culturais e desportivas, além de palestras e debates, bem como utilizar a tecnologia e as redes sociais como ferramentas de aproximação entre escola e família.

De acordo com Marcílio do HBE, a interação proposta pelo Programa deve propiciar o fortalecimento de um vínculo crucial para o desenvolvimento físico e psicológico dos estudantes. Ele explicou que os estabelecimentos escolares terão atividades desenvolvidas junto com a comunidade e os genitores dos alunos, permitindo uma maior interação que deverá contribuir para a solução de conflitos, comportamentos inadequados, melhor aprendizado, além de possibilitar um ensino mais especifico. Ele ainda destacou que a escola tem um papel fundamental em socializar e democratizar o acesso ao conhecimento, promovendo a construção moral, cidadã e ética dos alunos e também dos pais ou responsáveis.

“As escolas propiciam oportunidades melhores para dar condições à igualdade social em virtude de uma formação de caráter científico e de uma aprendizagem real para aquele que a recebe, sendo a formação intelectual, condição primeira para o processo formativo do desenvolvimento social da comunidade, tendo como base que o conhecimento é a atividade em que o ser humano se diferencia do resto dos animais. Essa lei contribuirá para a reintegração de pais ou responsáveis que se afastaram dos estudos, sem a sua devida conclusão, gerando um incentivo maior para a busca do conhecimento, sendo um projeto que contribuirá de forma efetiva para a mudança social que almejamos em nossa sociedade”, asseverou.

Compartilhe:
© Copyright 2023. Todos os Direitos Reservados.