João Pessoa, 21 de julho de 2024
  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Força Expedicionária Brasileira é homenageada...
Força Expedicionária Brasileira é homenageada na CMJP
11.08.2023
Secom CMJP
Juliana Santos

A homenagem à unidade especial militar enviada à Segunda Guerra Mundial foi uma iniciativa do vereador Coronel Sobreira (MDB)

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) realizou na manhã desta sexta-feira (11) uma sessão especial em homenagem à Força Expedicionária Brasileira (FEB), unidade especial militar enviada pelo Brasil à Europa na Segunda Guerra Mundial. A homenagem foi proposta pelo vereador Coronel Sobreira (MDB) e reuniu representantes das Forças Armadas, historiadores e familiares de ex-combatentes.

O vereador Coronel Sobreira fez um resgate histórico da criação da FEB em 1943 e salientou que a Paraíba contribuiu com 349 combatentes para integrar a unidade. “Mesmo tendo sido uma parcela pequena da nossa juventude paraibana a participar da guerra, os que voltaram trouxeram consigo ideias que se propagaram na sociedade. Nessa perspectiva, cabe homenagear esses bravos jovens que se voluntariam para lutar pela causa da Democracia e Liberdade sob o custo inclusive do sacrifício máximo de suas vidas nos campos de batalhas da Itália”, afirmou.

O fundador do Grupo de Estudos de Reencenação Histórica da FEB, Antônio Odom da Silva Neto, afirmou que, depois de três anos de pesquisa, o grupo conseguiu encontrar 254 nomes dos 349 paraibanos expedicionários. Ele destacou que muitos dos que voltaram com vida sofreram preconceito da sociedade por serem “neuróticos de guerra” e chegaram a viver em situação de miséria.

“Essa cerimônia hoje nada mais é do que o direito ao justo reconhecimento por aqueles que sacrificaram não só a sua juventude lutando nos campos de batalha da Itália, mas por aqueles que sacrificaram suas vidas lá. No que depender de mim, nunca deixarei a fumaça do cachimbo apagar e a cobra seguirá fumando”, afirmou o historiador, fazendo referência ao símbolo da FEB, que é uma cobra fumando, fruto de uma provocação aos pessimistas da época que diziam ser ‘mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na Guerra’.

O comandante do Grupamento Histórico da FEB, Elivaldo Belarmino da Silva, contou que desde o seu desligamento do 4º Batalhão de Polícia do Exército, em Recife, tinha o sonho de criar a Associação dos Veteranos da Polícia do Exército: “Depois de 33 anos, fundamos a Associação, em 2012, que se juntou à Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira (Anvfeb) Regional Pernambuco”. Ele asseverou: “Nós temos que continuar a levar o nome desses veteranos que foram nos representar na Itália, entre 1944 e 1945, quando tivemos aquela grande vitória”.

Sobre os homenageados, o Coronel Carlos Alberto, representando o 1º Grupamento de Engenharia, afirmou: “Alguns, hoje, já estão muito velhinhos. Nas homenagens anteriores, fui testemunha de alguns que estiveram presentes e agora já não estão mais entre nós. Eles lutaram, muitos tiveram sequelas. Essas personalidades merecem o nosso respeito. Gratidão às vidas que foram perdidas e doadas em favor do nosso querido Brasil”.

Isabel Veloso, filha do veterano Braulio dos Santos Pinto, reforçou: “Não podemos deixar isso morrer. Estamos preparando um memorial da vida cívica e militar de papai, para que nossa juventude saiba o que é suar por uma bandeira, para ter uma democracia. Agradeço por ter pessoas que façam com que aqueles que lutaram para ter um Brasil melhor fiquem na memória”.

O aluno Régis, do Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva (NPOR) do 15º Batalhão de Infantaria Motorizada destacou a participação da FEB na história de cidades italianas. “A FEB desempenhou um papel fundamental na libertação de cidades italianas, levando esperança e alívio a uma população que havia sofrido por anos sob o domínio do fascismo. Essa atuação humanitária aliada à força militar solidificou a imagem do Brasil como um país comprometido com a paz e com a defesa dos direitos humanos”, explicou o aluno, destacando que dia 21 de fevereiro é comemorado o dia da FEB em cidades italianas, onde os pracinhas brasileiros que ali lutaram são homenageados.

Ao final da sessão, o Coronel Sobreira homenageou os veteranos Braulio dos Santos Pinto (in memoriam), o Capitão Severino Gomes de Souza e o historiador Antônio Odom da Silva Neto, com a entrega de Moções de Aplausos.

Compartilhe:
© Copyright 2023. Todos os Direitos Reservados.