João Pessoa, 19 de maio de 2024
  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Criador de instrumentos de Paulinho...
Criador de instrumentos de Paulinho da Viola e Andrea Bocelli se torna Cidadão Pessoense
16.05.2022
Redação

Foi entregue na tarde desta segunda-feira, 16, o título de cidadania pessoense ao luthier paraibano João Batista Trajano dos Santos, mais conhecido como JB. A solenidade aconteceu no Plenário da Câmara Municipal de João Pessoa e foi presidida pelo vereador Chico do Sindicato (Avante) que também foi o autor da homenagem ao criador de instrumentos musicais que nasceu em Caaporã e que tem entre seus clientes o cantor e compositor Paulinho da Viola e o tenor, compositor e produtor musical italiano Andrea Bocelli

“A trajetória dele é muito parecida com a minha. Eu também vim do interior, comecei como auxiliar de serviços gerais e estou no terceiro mandato como vereador. Seu João é uma pessoa humilde, mas que leva o nome da Paraíba aos quatro cantos do Brasil e também ao exterior. Esse título é muito importante porque estamos homenageando sua história e seu talento em vida”, disse Chico do Sindicato na abertura da sessão.

O parlamentar destacou que João Batista deixou a Paraíba em 1974 para ir trabalhar em São Paulo. Na capital paulista, começou como auxiliar de serviços gerais da fábrica de instrumentos Giannini. Passou por diversos cargos na empresa, chegando à linha de fabricação de instrumentos finos e também aprendeu a criar instrumentos. Atualmente, tem seu talento reconhecido não apenas no Brasil como em cerca de 25 países do exterior para onde já exportou seu trabalho.

O poeta Nonato Costa ressaltou as qualidades do luthier de quem se tornou amigo: “Em São Paulo, eu fui encomendar um instrumento, mas não dei a sorte de encontrá-lo. Depois, eu estava num programa de TV aqui na Paraíba quando alguém avisou que o mestre JB estava na plateia. Os anos se passaram e estreitaram nossa relação e hoje posso dizer que sou amigo e um irmão um pouco mais jovem. A ele e à família dele, minha gratidão pelo apreço e pela amizade que me ofereceram. Enquanto músico, a obra JB é conhecida não só no Brasil, mas em mais de 30 países. Marcos César, Leonardo Meira, Paulinho da Viola e Andrea Bocelli usam instrumentos de JB. A gente enche a alma de orgulho com a obra dele”, resumiu.

Já a irmã, Carliete Trajano, elogiou a garra de “Joca”. “Ele é filho de Caaporã e fez muito pela música. A vida dele não foi fácil, mas ele enfrentou todos os percalços e as dificuldades com determinação. Desde menino, Jocao era muito trabalhador, honesto e perseverante no que fazia. Agradecemos muito por essa homenagem que é muito honrosa para nós”.

Na sequência, o maestro Marcos César revelou que além do talento, JB também brindou os músicos com generosidade: “João Batista sempre serviu e ajudou músicos de todo o Brasil. Ele vendia instrumentos mais baratos para o Nordeste. Sempre apoiou seus irmãos dando aquele desconto que a gente tanto precisava. Além disso, ele fazia a reposição por perda de instrumento. Também destaco sua determinação como cidadão que migrou da Paraíba nos anos 70 para vencer na vida no sudeste. Como luthier, tenho obrigação de dizer a JB que ele sempre esteve nos projetos acadêmicos de Pernambuco. Por sua causa, tivemos a criação da Orquestra Retratos do Nordeste e também foi deloe a criação do bandolim baixo, cujo lançamento foi feito aqui em João Pessoa”.

Nervoso e emocionado, JB foi à tribuna agradecer pelo título de cidadania. “Este é um momento único em minha vida. Minha mãe e meu pai [in memorian] estariam muito honrados se aqui estivessem. Saí da Paraíba nos anos setenta e lá construí minha carreira de luthier, ofício que consiste em ouvir os músicos e transformar suas aspirações em realidade através de um instrumento único e preciso. Não tinha planejado ser luthier, mas comecei a trabalhar numa empresa de instrumentos musicais e nos anos 90 montei minha própria empresa e passei a vender meus produtos de marca própria. Os anos se passaram e eu sentia vontade de voltar à Paraíba, o que fiz em 2019. Escolhi João Pessoa para morar e trabalhar, além de transferir minha empresa para cá. Levo o nome da capital da Paraíba para o Brasil e para o exterior, conquistando músicos diversos de vários segmentos musicais. Hoje, esse título sela minha relação com João Pessoa, que aprendi a amar “.

O que é um luthier – É um profissional especializado na construção e no reparo de instrumentos de cordas, com caixa de ressonância. Isto inclui o violão, violinos, violas, violoncelos, contrabaixos, violas da gamba e todo tipo de guitarras (acústica, elétrica, clássica), alaúdes, archilaúdes, tiorbas, e bandolins.

Compartilhe:
© Copyright 2023. Todos os Direitos Reservados.