João Pessoa, 21 de julho de 2024
  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Vereador pede redução de ISS...
Vereador pede redução de ISS para representantes comerciais de João Pessoa
16.05.2024
Damião Rodrigues
Olenildo Nascimento

Marcílio do HBE (Republicanos) também falou sobre segurança pública na sessão desta quinta-feira (16)

Na tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na sessão ordinária desta quinta-feira (16), o vereador Marcílio do HBE (Republicanos) abordou três temas importantes para população da capital paraibana.

“Apresentamos um Projeto de Indicação que dispõe sobre a redução de Imposto Sob Serviços (ISS) para representantes comerciais estabelecidos ou que venham se estabelecer em João Pessoa. Podem pensar que quero trazer prejuízo para o erário, mas, faço uma ponderação: a redução daquilo que você não recebe não é prejuízo, você deixa de receber”, explicou Marcílio.

Segundo ele, em reunião com representantes comerciais soube que eles abrem empresas no interior, em cidade com ISS menor, mas vêm para João Pessoa, onde fazem sua clientela. Nestes casos, a cidade deixa de arrecadar, pois o imposto vai para o município de inscrição. “Essa redução pode fazer com que esses comerciantes venham a contribuir na cidade, além de gerar empregos. Desejo, em nome da Associação dos Representantes Comerciais, que o prefeito Cícero Lucena possa ver esse indicativo e possamos sentar para discutir e equacionar esta situação”, ensejou.

Outro tema abordado pelo vereador foi a compra de triciclos para substituir os animais de tração na coleta de materiais recicláveis. Marcílio lembrou que apresentou um projeto para retirada da tração animal e implantação dos triciclos na cidade, em agosto de 2001. “Fiquei mais feliz ainda ao saber que os deputados Wilson Filho e Wilson Santiago destinaram emendas para que fosse possível adquirir esses triciclos, para que possam melhorar a vida dos catadores de nossa cidade. Serão entregues 60 triciclos”, garantiu.

Marcílio também cobrou uma investigação apurada sobre a morte de mais um motorista por aplicativo, ocorrida esta semana. “É uma questão de segurança pública, pois hoje um pai de família não está podendo sair para trabalhar e buscar o sustento de sua família, porque o crime organizado não está permitindo”, lamentou.

Compartilhe:
© Copyright 2023. Todos os Direitos Reservados.